QUAL É O SEU ESTILO DE LIDERANÇA? por Tony Robbins

Um bom líder pode entrar em qualquer situação e construir uma visão para um futuro melhor, debater estratégias para concretizar esse futuro e executar um plano para concretizá-lo. Mas os melhores líderes dão um passo adiante, compreendendo seus pontos fortes e fracos e aprendendo a praticar o estilo de liderança que melhor se adapte a eles e sua equipe, permitindo que realizem mais, imponham mais mudanças e criem um legado que se estenda além de sua vida. Aqueles ao seu redor aprendem a liderar a si mesmos, criando um ciclo positivo de crescimento.

Conhecer o estilo de liderança mais adequado à sua personalidade em particular não apenas o tornará um líder mais eficaz, mas também o ajudará a entender melhor a si mesmo. Você aprenderá sobre suas qualidades mais fortes e, portanto, será capaz de refiná-las e maximizá-las, além de se tornar mais consciente das qualidades nas quais precisa trabalhar para ser a melhor versão de si mesmo que pode ser.

A maioria dos líderes se enquadra em um dos seis estilos diferentes de liderança: democrático, visionário, coaching, afiliativo, determinante e comandante. É importante ter em mente que só porque você se sente mais naturalmente inclinado a um certo estilo não significa que você não pode pular para outro se a situação o exigir. Alguns tipos de estilos de liderança são mais eficazes para um determinado conjunto de desafios do que outros, por isso, não tenha medo de usar outro estilo se achar que isso ajudará sua causa. Curioso sobre qual estilo de liderança mais fala com sua personalidade? Vamos explicar os seis tipos de liderança com mais detalhes para que você possa identificar qual deles ressoa com você.

Mas antes de mergulhar nos seis estilos de liderança, precisamos falar sobre a liderança dos servos.

LIDERANÇA SERVIDORA

Independentemente do estilo de liderança com o qual você mais goste, sua liderança deve estar sempre enraizada na liderança do servidor . Liderança de servo é um termo usado para descrever usando suas habilidades de liderança para servir um bem maior. Isso pode estar funcionando para beneficiar sua comunidade, cultura ou o mundo em geral. A liderança servil é a maneira mais eficaz e poderosa de liderar; Quando você se concentra em seu propósito ou visão final, é mais capaz de perseverar em tempos difíceis que podem aparecer em seu caminho.

ESTILO DE LIDERANÇA DEMOCRÁTICA

Um líder democrático é aquele que valoriza as diversas habilidades, qualidades e base de conhecimento de sua equipe. Ele ou ela trabalhará para cultivar o consenso dentro do grupo, perguntando constantemente: “o que você acha?” Para aqueles ao seu redor. Ao fazê-lo, você aproveitará a sabedoria coletiva que o grupo tem a oferecer para descobrir o próximo melhor passo e permitir que outros desenvolvam confiança no líder.

Os senadores dos Estados Unidos, independentemente de suas afiliações partidárias, são, teoricamente, líderes democráticos, na medida em que as decisões que tomam são fortemente informados pelos pensamentos, opiniões e desejos de seus eleitores. Esse é um estilo de liderança muito colaborativo que possibilita um planejamento eficaz a longo prazo.

Dito isso, esse estilo de liderança não é uma ótima abordagem em uma emergência ou crise, pois pode consumir mais tempo do que outros estilos. É benéfico saber onde sua equipe está em um determinado problema, mas às vezes você precisa tomar decisões sozinho.

ESTILO DE LIDERANÇA VISIONÁRIA

Líderes visionários estão no seu melhor quando se trata de encontrar novas direções e novas soluções potenciais para um determinado problema. Esse tipo de líder se baseia no pensamento abstrato e pode visualizar possibilidades que muitos outros ainda não conseguem ver. Eles são pensadores “grandes” que podem ver o potencial futuro e articulá-lo ao grupo. Eles tendem a ser apaixonados, criativos e de mente aberta e são mais eficazes em inspirar momentum frente.

Steve Jobs é um líder visionário por excelência. Conhecido por suas grandes idéias e seu talento para a inovação, ele é famoso por ser capaz de imaginar um futuro que ainda está para existir, como visto através de sua tecnologia inovadora.

Um visionário poderá apresentar novas metas e ideias, mas é provável que peça a outras pessoas que planejem como alcançar esses objetivos, pois normalmente não gostam de se incomodar com detalhes minuciosos. A liderança visionária destaca o quanto é importante ter uma variedade de habilidades diferentes em sua equipe. Dessa forma, uma pessoa pode formular grandes ideias enquanto outras executam.

ESTILO DE LIDERANÇA EM COACHING

Um líder de coaching é aquele que gasta muito tempo e energia nos indivíduos de um determinado grupo. Ele ou ela trabalhará no cultivo de conexões profundas que permitam uma compreensão mais completa das esperanças, crenças, sonhos e valores de um indivíduo. Dirigirão e orientarão os outros com base no que influencia seus desejos mais profundos e trabalharão deliberadamente para cultivar um ambiente positivo em que o encorajamento e a comunicação possam fluir livremente.

Embora este seja um estilo incrivelmente eficaz de liderança, ele corre o risco de fazer os outros se sentirem como se estivessem sendo microgerenciados. Se o coaching falar mais com você sobre os diferentes estilos de liderança, lembre-se de dar um passo atrás e deixar sua equipe respirar.

ESTILO DE LIDERANÇA AFILIATIVA

Líderes de afiliação dão grande ênfase a uma abordagem de “equipe em primeiro lugar”. Das numerosas abordagens de liderança, a liderança afiliativa foca na construção da confiança dentro do grupo e na criação de laços afetivos que promoverão um sentimento de pertencer à organização. Líderes de afiliação são particularmente eficazes em momentos de estresse ou quando o moral do grupo é baixo. Eles têm uma habilidade para reparar a confiança quebrada em uma organização, melhorando a comunicação e promovendo um senso de harmonia da equipe.

O louvor e o encorajamento são muito importantes em um ambiente de grupo afiliativo, mas é fundamental que os líderes afiliados não deixem que os desempenhos ruins sejam ignorados. Às vezes, elas correm o risco de ignorar as questões, a fim de tornar os outros felizes, o que pode ser prejudicial para o sucesso da organização, se feito com muita frequência.

ESTILO DE LIDERANÇA PACESETTING

Um líder de pacesetting é aquele que lidera pelo exemplo. Eles estabelecem e vivem padrões elevados para si mesmos na esperança de que os outros sigam seu exemplo. Esta é uma boa escolha para grupos que consistem em pessoas auto-motivadas e de alto desempenho que se dedicam à melhoria, e é por isso que ela é comumente encontrada nas forças armadas.

Júlio César, por exemplo, é famoso por nunca ter pedido a seus soldados que fizessem algo que ele próprio não faria. Ele freqüentemente lutava com eles, se juntava a eles em suas atividades diárias e era o tipo de soldado que ele queria que eles fossem. Isso permitiu que suas tropas dessem tudo de si, porque se seu líder estivesse disposto a tentar se destacar na tarefa, isso também significava que eles poderiam.

No entanto, esse tipo de estilo pode se tornar problemático para aqueles que precisam de muita orientação detalhada, já que muitas vezes vem com uma expectativa de que as pessoas já devem ser capazes de ver o que fazer, como o próprio líder faria. Também pode criar um ambiente em que os indivíduos do grupo possam sentir que estão sendo empurrados com muita força por um líder cujos padrões não espelham os seus próprios.

ESTILO DE LIDERANÇA COMANDANTE

Um líder comandante é o tipo de líder que mais vemos nos filmes e lemos nos livros. Eles abordam a liderança com uma atitude de “faça o que eu digo, porque sou o chefe”, dando diretrizes e esperando que outros sigam o exemplo sem questionar. Este é um estilo muito eficaz em tempos de crise, quando decisões rápidas precisam ser tomadas.

Por outro lado, o uso a longo prazo deste estilo pode minar o moral e a satisfação no trabalho, já que muitas vezes deixa os membros do grupo se sentindo como se tivessem muito pouco a dizer ou influenciar na direção e nos objetivos do grupo. Você quer que seus funcionários sejam fãs de sua empresa e, para isso, você precisa tratá-los com respeito e oferecer um ouvido atento.

NÃO HÁ JEITO ERRADO DE SER UM LÍDER

É importante ter em mente que não existe um estilo de liderança “tamanho único”. Diferentes situações exigem diferentes abordagens, dependendo das necessidades e desafios do momento. E, às vezes, um problema é melhor resolvido combinando diferentes tipos de estilos de liderança. Por exemplo, quando se depara com o planejamento dos próximos passos de um negócio, é comum que os CEOs de grandes empresas sejam visionários, treinadores e líderes democráticos, tudo em um.

Eles cultivarão uma comunidade promovendo conexões significativas (coaching) que farão com que seus membros se sintam à vontade colaborando (democraticamente), e utilizem a força resultante para realizar a visão em sua mente (visionária). Assim, ao contemplar soluções, esteja atento aos diferentes pontos fortes e fracos desses estilos de liderança e explore se combinar dois, três ou até quatro pode ajudá-lo a alcançar seus objetivos.

Artigo retirado do site tonyrobbins.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *